HelinhoTour

Helinho Tour: Últimos dias de Israel.

By  | 

Oi pessoal, pra fechar essa semana maravilhosa de passeio por Israel fomos para Jerusalém – capital de Israel e cidade considerada sagrada pelas três principais religiões abraâmicas: judaísmo, cristianismo e islamismo.

As construções da cidade seguem o mesmo padrão e estilo de pedras, as mesmas usadas na construção do muro das lamentações.

Jerusalém – vista de cima.

Jerusalém – vista de cima.

Visitamos também o Museu da Torre de David, uma fortaleza medieval que está localizada perto do Portão de Jafa na Cidade Velha de Jerusalém, que conta não só a história da cidade, mas também de Jesus. Um verdadeiro símbolo para a Jerusalém e fiéis.

Fomos também a alguns locais históricos da cidade como o muro das lamentações – segundo local mais sagrado do judaísmo – onde as pessoas colocam seus papeis com suas lamentações. As mulheres e os homens têm lados diferentes para visitação.

No vão das pedras vocês conseguem ver os papéis que as pessoas deixam.

Depois fomos até a igreja do Santo Sepulcro, que logo na entrada tem a pedra da unção – um dos grandes símbolos da fé cristã – onde o discípulo José colocou e perfumou o corpo de Jesus Cristo para que fosse sepultado depois de retirado da cruz.

Fazendo uma oração na pedra da unção.

Nos andares de cima, continuam as etapas da crucificação de Jesus. No 10º andar foi onde tiraram a roupa de Jesus, no 11º andar prepararam o corpo dele para ser crucificado, no 13º ele foi crucificado e no 14º sepultado.

No 13º andar fica a rocha do Calvário – pedra onde Jesus foi crucificado – e também os altares grego e latino. Essa rocha da pra ver por cima de um vidro, ou embaixo do altar que existe um buraco onde, segundo a tradição cristã, foi levantada a cruz de Jesus Cristo.

O espaço nesse buraco é bem apertado e tem uma fila imensa de fiéis para ajoelhar próximo ao local onde Jesus foi crucificado, mas olha gente, vale muito a pena a espera! A paz e a energia que eu senti no momento em que fiquei ajoelhado ali foram incríveis.

Sensação maravilhosa de estar em um local tão sagrado e abençoado.

No sábado fomos até o ponto mais baixo do planeta terra: o Mar Morto – que fica 392 metros abaixo do nível do Mar Mediterrâneo e também não é um Mar e sim um Lago com grandes dimensões – Esse nome vem da grande quantidade de sal que tem na água, o que torna praticamente impossível o desenvolvimento de peixes ou vegetação.

E mesmo com o calor forte e o clima árido, fizemos um passeio de camelo que rendeu várias risadas e também boiamos no mar Morto… Mais um sonho se realizando!!

Aproveitando para dar uma volta de camelo, rs.

Aproveitando para ler uma revista enquanto relaxava rs.
E uma coisa engraçada: o mar, de tão salgado, faz a gente boiar!! Isso devido a densidade da água. Louco, né?

Depois dessa aventura maravilhosa, subimos de teleférico (bondinho) até o Parque Nacional de Massada, declarado Patrimônio Mundial da Unesco e localizado em um platô – tipo uma chapada – sobre o Mar Morto.

A vista de lá de cima é incrível gente! Depois fizemos um passeio maravilhoso pelo Deserto da Judéia, um lugar incrível com muitas montanhas e penhascos, além de muitas reservas naturais fascinantes.

Visão incrível de cima do bondinho.

Fe Paes Leme em Jerusalém

Um dos pores do sol mais incríveis que já vi na vida.
Clique no Deserto da Judeia.

E depois desse dia maravilhoso, fomos para o hotel jantar e depois fomos dar uma volta e gente, notei que as noites daqui de Israel são muito animada, principalmente aos finais de semana. E nós não perdemos esse agito e também saímos: fomos ao shopping que fica ao lado do nosso hotel para fazer umas comprinhas, rs!

E lá vêm curiosidades: as coisas aqui não são tão baratas e o custo de vida aqui não é baixo não… Pra vocês terem uma ideia o salário mínimo deles aqui é acima de 2.000 dólares, acho que gira em torno de 2.600 dólares.

E outra: estávamos na rua e vimos pessoas com metralhadoras andando tranquilamente… Aqui isso é normal, pois as crianças (homens e mulheres) já crescem sabendo que vão servir o país a partir dos 17 anos de idade – e isso não é algo ruim para eles, muito pelo contrário, eles sentem orgulho disso – Então cada um “ganha” uma metralhadora e se torna responsável por ela e mesmo em dias de folga, eles devem permanecer com as armas.

Isso é um choque de realidade e cultura bem grande, pois não é nada normal para nós, brasileiros, pessoas andando armadas nas ruas, mas aqui sim… rs.

E no domingo (ultimo dia), para fechar com chave de ouro, fomos até o Yad VaShem – um memorial oficial de Israel para lembrar as vítima judaicas do Holocausto-. Seu nome tem origem de um versículo bíblico: “E a eles darei a minha casa e dentro dos meus muros um memorial e um nome (Yad Vashem) que não será arrancado.” (Isaías 56:5.).

Dentro do memorial é possível ver testemunhos de sobreviventes, objetos pessoais doados para Yad Vashem pelos sobreviventes, documentos, pesquisas e muitos detalhes. É emocionante!

E por aqui encerramos essa belíssima viagem para Israel. Uma experiência única! Sem palavras pra descrever as experiências inesquecíveis que tivemos por aqui. Com certeza é um país que eu quero voltar para conhecer mais ainda.
Está pensando em viajar para Israel? Não pense duas vezes!

Obrigada pela companhia especial: Fe Paes Leme, Vinicius Longato, Hortencia Marcari, Olivia Lambiasi, Julia Faria, Bruna Boechat, Fernando Peixe, Dina (nossa guia) e Salomom (nosso motorista).

E para quem quiser, segue o nosso roteiro completo feito pelo Governo de Israel para conhecermos Israel em uma semana:

Domingo – 23 de julho – dia 1
– Chegada ao Aeroporto Ben Gurion
– Conheça o seu guia turístico no aeroporto
– Dirija até Haifa – a terceira maior cidade de Israel e o segundo maior porto, nas encostas de Monte Carmelo
– Check in no Hotel Bay
– 20:00 Jantar no restaurante Douzan – 04-8525444
– Pernoite no Hotel Bay

Segunda Feira 24 de julho – Dia 2
– Café da manhã – Hotel Bay
– Tour da cidade de Haifa, incluindo:
Santuário e Jardins de Bahai – Centro mundial dos Bahai;
Fé com jardins pendurados – Vista panorâmica da cidade e da baía do Louis;
Passeio marítimo e o Mosteiro Carmelita de Stella Maris – Colônia alemã renovada
– 11:00 Enjoy Tom Auto auto em Bet Oren
– 14:00 Cruzeiro de Haifa para Akko
Visita a Akko (Acre) – antigo porto fenício e cruzado com Knights Salões, Underground Crusader City, porto de pescadores e bazar;
Akko tinha sido anunciado como U.N.E.S.C.O. – Patrimônio Mundial
Dirija até Tibéria – uma cidade turística histórica no Mar da Galiléia (Lago Kinnereth) e
Uma das quatro cidades sagradas de Israel
20:00 Jantar no restaurante Magdalena – 053-9367771
Pernoite no hotel Nof Ginossar

Terça Feira – 25 de julho – Dia 3
– Café da manhã – Hotel Nof Ginossar
Mar da Galiléia – Visite alguns dos locais cristãos históricos e sagrados ao redor do mar de Galileia, incluindo:
Tabgha – site do Milagre da Multiplicação dos Pães e Peixes;
Capernaum – antiga vila de pescadores judeus onde Jesus começou seu Ministério;
Monte das Beatitudes – site do Sermão do Monte
– 12:30 Visite Yardenit – um site baptismal moderno para peregrinos no Rio Jordão
– 16:00 Desfrute do passeio de barco no Mar da Galiléia
– 20:00 Jantar no restaurante Ktze Hanachal – 04-6717776
– Pernoite no hotel Nof Ginossar

Quarta Feira – 26 de julho – Dia 4
– Café da manhã – Hotel Nof Ginossar
– Dirija a Cesaréia – um antigo porto construído pelo rei Herodes, incluindo:
Teatro Romano;
Cidade Cruzada;
Aqueduto Romano.
– Dirija até Emek Hefer e visite Vitkin Einery
– Aprecie a degustação de queijo e vinhos
Dirija até Tel Aviv White City, um “Museu aberto” do estilo Bauhaus International em
Arquitetura conforme reconhecido pela U.N.E.S.C.O
– Check-in no Shalom Hotel
– 20:00 Jantar no restaurante Porter and Son – 054-6606149
– Pernoite no Shalom Hotel

Quinta Feira – 27 de julho – Dia 5
– Café da manhã – Shalom Hotel
– Tour de Old Jaffa – antigo porto marítimo relacionado à narrativa bíblica de Jonas incluindo:
Porto dos pescadores;
St. Igreja de Pedro;
Quarto dos artistas;
Veja uma vista panorâmica de Tel Aviv e Mercado de pulga;
Manshiya – Estação ferroviária de Jaffa a partir da hora turca que foi restaurada para área de entretenimento;
Tour da cidade de Tel Aviv, incluindo:
Sea Shore Promenade;
Neve Tzedek renovado;
Vizinhança com roupas Suzan Dellal Arts Center;
Nahalat Binyamin Pedestrian;
Shopping com o Bazar Arts and Crafts;
Sheinkin Street – área de Yuppie de Tel Aviv;
Rothschild Boulevard – com sua arquitetura Bauhaus e cafés exclusivos
Sharila – bairro dos Templários reconstruídos
– Aproveite o cartão de degustação no Mercado do Carmelo
– 20:00 Jantar no restaurante Oasis – 03-6206022
– 22:00 Desfrute do passeio nocturno Tel Aviv guiado pela Be Tel Aviv Company
– Pernoite no Shalom Hotel

Sexta Feira – 28 de julho – dia 6
– Café da manhã – Shalom Hotel
– Dirija até Jerusalém – a Capital de Israel e a cidade sagrada para os três monoteístas
Religiões: judaísmo, cristianismo e islamismo.
– 10:30 Visite o Museu da Torre de David
– Visite alguns dos principais locais históricos e religiosos da Cidade Velha de Jerusalém incluindo:
Parede ocidental (Kotel) – o site mais sagrado do judaísmo – muro das lamentações;
Via Dolorosa (Estações da Cruz);
Bairro cristão com a igreja do Santo Sepulcro;
Reconstruído Bairro Judeu e Cardo – ruínas de uma rua principal da época romana;
Mercado árabe (Shuk)
– Rodar o mercado de Machane Yehuda e desfrutar do cartão de degustação
– 17:30 Possibilidade de participar de um Kabbalat Shabat incomum no Old Train Compound
– 22:00 Jantar no restaurante Zuni – 02-6257776
– Pernoite no Hotel Mamilla

Sábado – 29 de julho – Dia 6
– Café da manhã – Hotel Mamilla;
– Dirija até o Mar Morto – o lugar mais baixo na terra (422 metros abaixo do nível do mar);
– Visite a nova calçada no Mar Morto marcando o lugar mais baixo da Terra;
– Visite Massada – ruínas da fortaleza do Monte Herodes e última fortaleza;
Massada foi anunciada como um Patrimônio Mundial – U.N.E.S.C.O.
– 15:20 Desfrute de tratamentos de lama no Herodes Spa
– Jantar cedo em Taaj Maahal – 053-6506502
– Volte para Jerusalém
– Pernoite no Hotel Mamilla

Domingo – 30 de julho – Dia 7
– Café da manhã – Hotel Mamilla
– 09:30 Visite Yad Vashem – Memorial Nacional e Museu do Holocausto incluindo:
O Vale das Comunidades;
O Salão dos Nomes;
Sala das vítimas do Holocausto Infantil;
Memorial;
– 12:00 Visite o Yvel Jewelry Visitors Center com uma história única sobre a absorção de Imigrantes da Etiópia e sua integração no trabalho;
– 14:00 Drive to the Airport
– Partida de Ben Gurion

Contatos:
Salomon – motorista da viagem: +972 54 571 7376
Dina – guia da viagem: +972 52 312 9403

E não pense que a nossa tour acabou: próxima parada é Paris!!
Vem acompanhar em @helinhocalfat / @helinhotour

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *