Moda

Conheça os destaques da Feed Dog Brasil – Festival Internacional de Documentários de Moda

By  | 

 

Gente, olha só que máximo: ontem (21) começou a primeira edição do FEED DOG BRASIL  – Festival Internacional de Documentários de Moda, com muitos filmes bacanas sobre o mundo da moda e o mais interessante: a entrada é gratuita e vai até o dia 27 (quarta-feira).

O Feed Dog é uma parceria entre os idealizadores do In-Edit Barcelona e os produtores do In-Edit Brasil e está acontecendo na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, houve uma abertura especial para convidados no dia 20 com a exibição de The First Monday in Maydirigido por Andrew Rossi, sobre o Baile de gala do MET 2015, que teve como tema China: Through the Looking Glass, com direção de arte assinada pelo cineasta chinês Wong Kar-Wai.

A documentarista e jornalista Flavia Guerra é a curadora e traz 13 títulos nacionais e internacionais que abordam o mundo da moda e da imagem. Não só de filmes é feito o festival, há também oficinas, debates e uma exposição com fotos do acervo da Agência Fotosite, que contém um arquivo com mais de dois milhões de fotos de passarelas, backstages e das ruas, registradas durante 17 anos e tem curadoria de Jussara Romão, a mostra traz as imagens que melhor representam o universo Feed Dog.

Veja alguns dos destaques:

The First Monday in May

O filme mostra detalhes de produção como questões orçamentárias, viagens à China, coletivas de imprensa, a escolha das peças para a exposição, que contou com o apoio do Departamento de Arte Asiática do Met, até a disposição dos convidados nas mesas para a noite da grande festa.  Ainda mostra os destaques do tapete vermelho que contou com personalidades influentes e claro, a cantora Rihanna, que foi a grande estrela da noite com um exótico vestido feito à mão durante dois anos pela estilista chinesa Guo Pei, se apresentou no evento.

Bangaologia – The Science of Style

Esse documentário do angolano Coréon Dú, faz um colorido panorama da Bangaologia, suas origens, sua influência na moda e no estilo do mundo contemporâneo. Como diz um dos entrevistados do longa. Coréon Dú quebra conceitos pré-concebidos sobre a cultura e a moda africana e traz um olhar autêntico sobre a África atual e multifacetada. Ele é uma das mais proeminentes personalidades do mercado criativo africano atual. Vale lembrar que recebeu a Menção Honrosa no Indie Fest Film Awards 2017 e foi indicado a Melhor Documentário do London Fashion Film Festival 2016.

Deixa na Régua

Deixa na Régua acompanha o dia a dia das barbearias da Zona Norte do Rio de Janeiro para revelar como os jovens se relacionam com a beleza, a moda, a vaidade e mantém suas relações de amizade. O diretor Emílio Domingos mostra como passar o dia no salão é um momento importante da vida dos jovens das comunidades cariocas e dos barbeiros Belo (Vila da Penha), Ed ( Morro da Caixa d’Água) e Deivão (Piabetá, Magé), que comandam os trabalhos e criam os mais diversos cortes e desenhos artísticos.

Mapplethorpe: Look At The Picture

O longa de Fenton Bailey e Randy Barbato analisa o trabalho do fotógrafo Robert Mapplethorpe. O filme traz destaque sobre os muitos processos de reinvenção do artista. Sem concessões, sem receio de revelar as nuances da personalidade e do trabalho deste grande artista, que mudou não só a maneira como o mundo vê a fotografia, mas influenciou e influencia gerações de fotógrafos pelo mundo, inclusive, e talvez principalmente, os fotógrafos de moda.

Le testament d’Alexander McQueen

O longa dirigido por Loïc Prigent, mostra o legado de um dos mais influentes e emblemáticos criadores contemporâneos do mundo da moda. Seu legado permanece e vai continuar influenciando gerações de artistas, estilistas, criadores e até consumidores. McQueen cresceu no subúrbio de Londres e soube como ninguém aliar suas referências de uma infância simples aos grandes símbolos e referências da arte e do mundo fashion.

Helmut Newton: Frames From the Edge

O documentário traz a trajetória de uma dos mais provocativos fotógrafos e com direção de Adrian Maben, a fotografia de Newton é marcada pela sensualidade da figura feminina. Seu trabalho autoral ajudou a introduzir o nu em diversas publicações de moda e a definir os padrões de beleza do Século 20.

Out of Fashion

O filme mostra o desperdício e os impactos ambientais e sociais da indústria da moda. É por meio da jornada da estilista Reet Aus que o espectador entende que o jeans que se compra em uma loja na Europa contém não só produtos tóxicos em sua composição, mas carrega também um histórico de desperdício e uma cadeia produtiva nada sustentável. Reet quer convencer as grandes corporações a trabalhar com o upcycling para diminuir o desperdício no mundo todo.

Model

De Frederick Wiseman, um dos grandes documentaristas da história, acompanha o cotidiano de uma agência de modelos de elite do Upper East Side de Manhattan. Lançado em 1980 e rodado em preto-e-branco, o filme revela os bastidores de uma das facetas mais sedutoras e complexas do mundo da moda. Ele mostra os testes rigorosos, os padrões exigidos, as jornadas exaustivas de ensaios fotográficos, a luta para ter um bom portfólio e encontrar seu espaço em uma profissão competitiva e muitas vezes solitária.

Uma bela programação, não é? Quem aí vai acompanhar? Deixe nos comentários 😉

Sigam meu instagram @helinhocalfat para não perder nenhuma novidade, ok?

Beijo, galera!

Fonte: FFW

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *